terça-feira, 14 de outubro de 2014

No momento, eu queria querer.

Queria querer qualquer coisa. Ou melhor, queria querer algo que pudesse ter de verdade.

Eu queria um cachorro, uma barra de chocolate, uma tattoo, um piercing. Queria um estilo mais sofisticado, cabelos coloridos, andar de avião e um piquenique num dia ensolarado. Queria escrever um livro, ler as muitas dezenas que me aguardam aqui, ver um filme que vai mudar a minha vida pra sempre. Queria que não fosse tão tarde, pra eu poder curar essa inquietude dando um passeio de ônibus. Queria uma plenitude de alguma coisa, queria aprovação, queria fazer algo grande. Às vezes, eu só queria mudar o mundo; às vezes, eu só queria você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário